APRESENTAÇÃO

PRESENTATION

Fundado em 2001, inicialmente como grupo de estudo e pesquisa em performance arte, o Grupo EmpreZa (GE) possui hoje um vasto repertório de ações performáticas, happenings e produções audiovisuais e fotográficas. Vários artistas já passaram pela formação do GE, que atualmente é formado pelos membros-integrantes, Aishá Kanda, Babidu, Helô Sanvoy, João Angelini, Marcela Campos, Paul Setubal, Paulo Veiga Jordão, Rava e Thiago Lemos - ainda operando o interesse pelas invenções e expansões do corpo, que se mantêm com significativa reverberação nas pesquisas do grupo, atuante há mais de treze anos a partir do Centro-Oeste do Brasil, com integrantes espalhados, em sua maioria, pelo estado de Goiás e no Distrito Federal.

 

Movidos por intensa curiosidade em relação aos modos de produção de linguagem e de sensibilidade do corpo, o Grupo EmpreZa parte de seu corpo-coletivo – a conjunção dos muitos artistas que formaram e contribuíram para a história do grupo – para pensar a performance, a arte e os lugares simbólicos em amplas dimensões.

 

Na constituição desse corpo-coletivo, desde o início de sua trajetória, o Grupo EmpreZa reúne um repertório absolutamente não trivial de corpos: não necessariamente oriundos do mundo das “artes do corpo” ou das “artes do movimento” – os emprezários e emprezárias enfatizam a diversidade dos corpos a cada gesto, cada som e cada movimento. Ativando, assim, concepções plurais de subjetividade e mundo, revelando, ainda, um aspecto crucial acerca da convivência no seio da multiplicidade subjetiva da vida: as relações de co-dependência. Tônica vertebral da produção do GE. Em algumas das ações que lidam com a dependência, corpos diferentes se transformam em unidades que exploram não somente os limites da individualidade, como também problematizam esses limites a partir da perspectiva do espaço, então compartilhado. Cientes da não solidão dos corpos, de modo antropófago, o Grupo EmpreZa institui situações de devoração, como na ambígua frase "Eu como Você", que intitula um de seus manifestos.

 

Founded in 2001, originally as a research and study group in performance arts, now Grupo EmpreZa (GE) has gathered a vast repertoire of performance pieces, happenings, audiovisuals and photographic productions. Currently the members are: Aisha Kanda, Babidu (Antonio José Drummond), Helo Sanvoy, John Angelini, Marcela Campos, Paul Setubal, Rava (Monique dos Santos ) and Thiago Lemos. The group has been active for over thirteen years, creating a non-hierarchical structure with varying artists contributing to its multi-authorial production process. Through out these years other artists have gone thru GE’s formation, predominantly from the Midwest of Brazil, with members scattered, mostly in the states of Goiás and the Federal District.

 

Motivated by an intense curiosity for language production and body awareness, Grupo EmpreZa builds on its collective body to multi dimensionally reflect on visual arts, symbolism and performance art.

 

From the beginning of its constitution, the formation of the collective-body of Grupo EmpreZa, gathers a repertoire of non-trivial “bodies” that do not derive from the world of Performing arts.  Leading to a unique use of their bodies in every gesture, sound and movement. Striving for a greater perception and understanding of the world, in order to reveal the crucial aspects of the human societal coexistence: the co-dependency of relationships.  In some of these actions, that deal with the spectrum of human relationships, different performers become units that not only explore the limits of their loneliness, to create a polemic between individuality and shared corporality.

 

Conscious of societies lack of individuality, in an anthropophagic sense, the group creates voracious situations, as in this ambiguous title for the manifesto and exhibition presented at Museu de Arte do Rio (Rio de Janeiro, 2014). GE’s first individual exhibition, divided into two gallery spaces. The first one exhibited diverse works, including videos, photographs and residue of performance pieces. The group occupied the other during two months, where they developed experimental performances, artistic residencies, and body storming laboratories.

 

EmpreZários & EmpreZárias

Aishá Kanda

Natural de Goiânia/GO, 1985,  vive e trabalha no Rio de Janeiro/RJ.

 

Artista visual, membro integrante do Grupo EmpreZa desde o ano de 2008 e arte-educadora licenciada pela Faculdade de Artes Visuais da Universidade federal de Goiás. Como artista visual desenvolve pesquisas nas mais variadas linguagens artísticas, sobretudo em performance arte, vídeo e fotografia, com investigações acentuadas sobre a poética do corpo e seus derivados, assim como nos processos coletivos de criação e produção artística e cultural. Participou de exposições, festivais, salões e residências artísticas com o Grupo EmpreZa, além de ter desenvolvidos projetos em parcerias com outros artistas. Como arte-educadora, já atuou com monitoria e mediação cultural em espaços e exposições de arte, além de atualmente trabalhar como docente no ensino de artes.


Babidu
Natural de Teresina/PI, 1979, vive e trabalha em Goiânia/GO.

 

Artista visual, membro integrante do Grupo EmpreZa desde o ano de 2001, produtor cultural e arte-educador licenciado pela Faculdade de Artes visuais da Universidade Federal de Goiás. Como artista visual desenvolve pesquisas em performance arte, vídeo e fotografia, com investigações acentuadas sobre a poética do corpo e seus derivados, assim como nos processos coletivos de criação e produção artística e cultural. Participou de exposições, festivais, salões e residências artísticas com o Grupo EmpreZa, além de ter desenvolvido projetos em parcerias com outros artistas. Foi fundador e gestor do espaço Cabaret Voltaire, em Goiânia, onde produziu eventos de artes integradas com música, dança, teatro e artes visuais. Atuou como co-produtor em eventos e shows musicais em vários espaços da cidade.

 


Helô Sanvoy
Natural de Goiânia/GO, 1985,  onde vive e trabalha atualmente.

 

Artista visual, membro integrante do Grupo EmpreZa desde o ano de 2011, produtor cultural e arte-educador licenciado pela Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal de Goiás. Como artista visual desenvolve pesquisas em desenho, performance arte, vídeo e fotografia, com investigações acentuadas sobre a poética do corpo e seus derivados. É membro integrante do Grupo Desenha, onde desenvolve pesquisas e produções artísticas dedicadas aos pensamentos e práticas do desenho. Trabalhou no Centro Cultural UFG entre os anos de 2009 e 2013, atuando nas áreas de catalogação de acervo, higienização e manutenção de obras de arte, mediação em ação educativa, planejamento de projetos, produção e montagem de exposições. Como artista visual, em sua carreira individual, foi selecionado e premiado em vários salões de arte pelo Brasil.

 


João Angelini
Natural de Planaltina/DF, 1980,  vive e trabalha em Brasília.

 

Artista visual, membro integrante do Grupo EmpreZa desde o ano de 2008, é pesquisador e professor de gravura, animação e tridimensionalidade pela Faculdade de Artes Dulcina de Moraes/DF, onde integra o corpo docente desde 2008. Em Brasília, trabalha com a criação de cursos livres de formação e aprofundamento em artes. Tem na imagem em movimento o maior ponto de partida para suas pesquisas, que tem desdobramentos em vídeos, animações, músicas, fotografias, gravuras, performances e brinquedos. Pela diversidade da produção, tem seus trabalhos publicados regularmente em eventos de diferentes meios institucionais como cinema, teatro, shows de rock e galerias de arte. É membro co-fundador do coletivo Tres Pe, tendo realizado duas exposições individuais do coletivo em 2013, além de uma série de salões e exposições coletivas de arte. Em sua trajetória como artista individual, foi selecionado e premiado nos mais variados eventos institucionais de artes e mostras audiovisuais. Também é percursionista/pandeirista e em Brasília integrou a banda de rock independente Gilbertos Come Bacon.


Marcela Campos
Natural de Valparaiso/GO, 1991,  vive e trabalha em Brasília.

 

Artista visual, membro integrante do Grupo EmpreZa desde o ano de 2012. Formada em Artes Plásticas pela Faculdade Dulcina de Moraes (DF). Como artista visual desenvolve pesquisas com o desenho, a performance arte, instalações, pintura, animação, vídeo e fotografia. Participou de exposições, festivais, salões e residências artísticas com o Grupo EmpreZa. Em Brasília, integra o Programa de Pesquisa em Performance através do coletivo Tres Pe, formado por professores e estudantes da Faculdade de Artes Dulcina de Moraes. Em sua trajetória com o coletivo Tres Pe, vem participando de salões, mostras e exposições de arte pelo Brasil.

 

 

Paul Setúbal
Natural de Goiânia/GO, 1987,  vive e trabalha em Goiânia e Brasília.

 

Artista visual, membro integrante do Grupo EmpreZa desde o ano de 2011. Arte-educador licenciado pela Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal de Goiás, onde fez mestrado (2014) e hoje desenvolve o doutorado no Programa de Pós-Graduação em Arte e Cultura Visual. Como artista visual desenvolve pesquisas com o desenho, a performance arte, vídeo e fotografia, com investigações acentuadas sobre a poética do corpo e seus derivados. Participou de exposições, festivais, salões e residências artísticas com o Grupo EmpreZa, além de ter desenvolvidos projetos em parcerias com outros artistas. Trabalhou no Centro Cultural UFG  entre os anos de 2009 e 2011, atuando nas áreas de manutenção de obras de arte, mediação em ação educativa, produção e montagem de exposições. Em sua carreira individual, onde desenvolve uma profunda investigação sobre o desenho, foi selecionado e premiado em vários salões de arte pelo Brasil.

 


Paulo Veiga Jordão

Natural da Cidade de Goiás/GO, 1963,  vive e trabalha no Rio de Janeiro/RJ.

 

Artista visual, bacharelado em Artes Visuais pela Universidade Federal de Goiás (1991) e Mestrado em Arte Publicitária e Produção Simbólica pela Universidade de São Paulo (1998). Como professor efetivo, integra o corpo docente da Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal de Goiás. É membro integrante do Grupo EmpreZa desde de o ano de 2001, onde produz centrado na investigação teórica e prática da performance arte, sendo membro criador do Grupo Empreza. Atualmente em curso de doutoramento pela Escola de Belas Artes da Universidade federal do Rio de Janeiro, na linha de Linguagens Visuais. Participou de exposições, festivais, salões e residências artísticas com o Grupo EmpreZa, em âmbito nacional e internacional.

 


Rava
Natural de Paraúna/GO, 1986, atualmente vive e trabalha em Goiânia/GO.

 

Artista visual, membro integrante do Grupo EmpreZa desde o ano de 2011.  Arte-educadora licenciada pela Faculdade de Artes Visuais da Universidade federal de Goiás onde atualmente faz mestrado em Arte e Cultura Visual. Como artista visual desenvolve pesquisas em  desenho, fotografia e performance arte com investigações acentuadas sobre a poética do corpo e seus derivados. Participou de exposições, festivais, salões e residências artísticas com o Grupo EmpreZa, além de ter desenvolvido projetos em parcerias com outros artistas. Trabalhou no Centro Cultural UFG  entre os anos de 2009 e 2012, atuando nas áreas de manutenção de obras de arte, mediação em ação educativa, produção e montagem de exposições. Em sua carreira individual, foi selecionada em vários salões e mostras de arte pelo Brasil.

 


Thiago Lemos
Natural de Goiânia/GO, 1981, onde vive e trabalha atualmente.

 

Artista visual, membro integrante do Grupo EmpreZa desde o ano de 2008, produtor e pesquisador na área do audiovisual e comunicação social. Como artista visual desenvolve pesquisas em performance arte, vídeo e fotografia, com investigações acentuadas sobre a poética do corpo e seus derivados, assim como nos processos coletivos de criação e produção artística e audiovisual. Participou de exposições, festivais, salões e residências artísticas com o Grupo EmpreZa, além de ter desenvolvido projetos em parcerias com outros artistas. Atua como produtor de audiovisual desde o ano de 2003 e é sócio fundador da Digital5 Tecnologias em Comunicação, onde trabalha com vídeos institucionais, registro de espetáculos, videoclipes, além de desenvolver pesquisas e produção autoral nas áreas do audiovisual, sobretudo nas produções de video-documentário e obras de vídeo experimental e ficcional. Em 2014 assumiu a cadeira de Membro do Conselho Estadual de Cultura de Goiás.